quarta-feira, 16 de maio de 2007

Estudo médico importante!

Estudo médico importante!

a) No Japão são consumidas muito poucas gorduras e o índice de
ataques cardíacos é menor do que na Inglaterra e nos EUA;

b) Por outro lado, na França consomem-se muitas gorduras e, ainda
assim, o índice de ataques cardíacos é menor do que na Inglaterra
e nos EUA;

c) Na China, bebe-se pouco vinho tinto e o índice de ataques
cardíacos é menor do que na Inglaterra e nos EUA;

d) Na Espanha bebe-se muito vinho tinto e o índice de ataques
cardíacos é menor do que na Inglaterra e nos EUA;

e) Na Argélia fo..-se muito pouco e o índice de ataques cardíacos
é menor do que na Inglaterra e nos EUA;

f) No Brasil fo..-se muito e o índice de ataques cardíacos é menor
do que na Inglaterra e nos EUA;





CONCLUSÃO: Beba, Coma e Foda.. à vontade, pois o que mata é falar inglês!

1. Higiene pessoal:

Toma banho em 3 minutos e usa sabão azul-e-branco em barra = MACHO

Toma banho rápido e usa champô = HOMEM MÉDIO

Demora meia hora e usa sabonete líquido = TENDÊNCIAS GAYS OCULTAS

Toma banho de espuma na banheira = PANASCA ASSUMIDO

2. Higiene pessoal:

Mija em pé e nem sacode a sarda = MACHO PARA C*R*LH*

Mija em pé e sacode o cacete para secá-lo = MUITO HOMEM

Mija sentado e sacode o sexo para secá-lo = TENDÊNCIAS HOMOSSEXUAIS

Mija sentado e seca a ponta da pila com papel higiénico = MUITO GAY, PRATICAMENTE GAJA

3. Uso de cremes e bronzeadores:

Não usa = MACHO

Usa um pouco no Verão = SENSÍVEL

Usa bastante no Verão = BICHA

Usa bastante o ano todo = TOTALMENTE ROTO

4. Presentes que gosta de ganhar:

Uma garrafa de bagaço ou whisky = HOMEM MÁSCULO

Uma peça de roupa = FINO

Doces, bombons etc. = MEIO ROTO

Flores e/ou perfumes = PANELEIRO

5. Tratamento dos animais de estimação:

Seu cão vive no quintal e come restos de comida = VARÃO

Seu cão vive dentro de casa, come ração especial = DELICADO

Acaricia muito o gato (que já é amaricado por si só) que dorme na sua própria cama = BICHA TOTAL

6. Tratamento das plantas:

Alimenta-se de algumas delas = RAMBO

Tem algumas plantas no quintal que não são regadas = MACHO

Cuida das plantas e dos arbustos = FLORZINHA

Rega, poda plantas e flores de seu jardim = BICHINHA PURPURINADA

7. Uso do espelho:

Não usa = VIKING

Usa somente para fazer barba e pentear cabelo = VAIDOSO

Admira sua pele e observa seus músculos = GAY

Igual ao GAY, e ainda admira a sua bilha = LOUCA DESATINADA

Admira-se com diferentes perucas, vestidos e maquilhagem = TRAVESTI

8. Penteado:

Não se penteia = MACHÃO

Penteia-se depois do banho = HOMEM

Penteia-se várias vezes ao dia = FRESCO

Penteia-se várias vezes ao dia e pinta cabelo = BICHA

Penteia os outros e dá conselhos de penteados = BICHA DOIDA

9. Limpeza da casa:

Varre quando ouve a porcaria estalar sob a sola dos sapatos = ANIMAL

Varre quando o pó cobre o chão = MACHO

Limpa com água e detergente = FLOR

Limpa com água, detergente e aromatizante = AMÉLIA

Usa aspirador de pó = BORBOLETA

10. Desportos preferidos:

Futebol, luta livre, automobilismo = MACHO DE CARTEIRINHA

Tênis, bowling, voleibol = TENDÊNCIAS GAYS OCULTAS

Aeróbica, spinning = LOUCA

Os mesmos, mas usando short de lycra = SUPER MARICAS

11. Comidas preferidas:

Pacassa, javali, animais assados, comida apimentada e gordurosa = TARZAN

Peixe e salada para não engordar = SENSÍVEL

Sanduíches integrais, consomées = PÉ-DE-SALSA

Aves acompanhadas de vegetais cozidos no vapor = BICHA MUITO LOUCA



12. Cerveja:

Gelada e em grandes quantidades = MACHO DEMAIS

Só uma para matar a sede no calor = PANELEIRICE SOB CONTROLE

Com limão e sal = SUPER MARICAS

Sem álcool = PRATICAMENTE UMA LIBÉLULA


Sexta-feira 13 - "O dia do azar".Perdoem-me a minha sinceridade os que estão com medo, mas são completamente retardados mentais. Mas não se ofendam (ou até podem ficar ofendidos, isso é me indiferente) porque eu vou explicar-vos a razão do vosso comportamento.
Saímos em trabalho para a rua (sim porque aqui ninguém se governa do Rendimento Mínimo Garantido) para averiguar o porquê de tanto mistério em torno da Sexta Feira 13.Fizemos algumas entrevistas a jovens deste pais e os resultados estão à vista:

Que significado tem para ti a sexta feira 13?

34% afirmam categoricamente "Se bem"
12% "Fica"
14% "Tá-se"
39% "Não tenho tempo para responder porque estou a fugir à bofia"
1% " Vou escrever um RAP"

És supersticioso(a)?

44% "Não. Sou Gay"
32% "Não. Sou lésbica"
13% " Estou em black out para a comunicação social"
10% "Não. Sou apenas um jovem saloio que veio à cidade. Porque é que perguntas?"

Usas algum amuleto para te dar sorte? Qual?

10% " Sim. O pente no bolso de trás das calças"
13% " Sim. Os óculos de sol na cabeça"
19% " Sim. Um rolo de papel higiénico na zona do banco de trás do carro"
21% "Sim. Uma fotografia do Zé Castelo Branco na carteira"
27% " Não. Por isso tenho um azar do caralho"
4% " Sim. O papel do centro de emprego"
6% "Sim. "Um pintelho do Pápa benzido em Fátima"

Qual o objecto mais estranho que já utilizaste numa sexta feira 13 para dar sorte?

87% dos homens responderam " o vibrador da minha namorada enfiado no cu"
13% " O cartão dominó do Pingo Doce"

Para ti quem é o grande impulsionador do movimento da sexta feira 13?

13% " Aquela ministra que eu não sei o nome"
21% " O professor Herrera com o "Cagalhão na Tola"
47% " O criador do calendário"
19% " Eu não queria dizer, mas acho que é o Bush Jr".

Se numa sexta feira a Odete Santos te convidasse para fazer sexo oral aceitavas? Porquê?

77% "Sim. Porque sei que é o dia do azar"
13 % "Sim. Porque sempre o quis fazer com uma mulher"
10% " Foda-se. Deves estar a gozar"O que é que vais fazer nesta sexta feira 13?
69% " Nada e ver TV"
13% "Nada e ir para os centros comerciais"
17% " Nada e escrever um RAP"
1% "Trabalhar"

Nesta sexta feira 13 tens namorado(a)?

87% " Sim. Porquê queres aparecer lá em casa para fazer um bacanal?"
13% "Não. Prefiro a masturbação"Para ti a sexta feira 13 é mesmo o dia do azar?
13% "Não"
86%"Sim. E já agora só uma coisinha: acabem com o segredo de justiça está bem?"
1% " Sei mas não digo".

Rir é o melhor remédio


Dois milhões de portugueses consomem produtos para dormir melhor ou encarar a vida com outra atitude. Mais quinhentos mil são alcoólicos, outros tantos estão à beira de o ser. Temos cerca de 200 mil toxicodependentes. Ao todo, cerca de três milhões de portugueses padecem de doenças do foro mental. Somos um país tristonho e doente!

A Saúde Mental é a área de maior mercado em Portugal, a que promete maior crescimento económico nos próximos anos, porque temos uma atitude francamente negativa. Quando olhamos para um copo de água que tem o líquido a meio, a maioria repara que está meio vazio. Poucos dirão que está meio cheio.
Em 10 milhões de habitantes, 30% sofre de problemas de falta de bem-estar e de doença mental. A maioria padece de stress. Fazem escolhas irracionais condicionadas pela vontade dos outros e pelas obrigações que julgam ter.
Nas empresas, os chefes, normalmente angustiados pela incapacidade de fazer, são falhos de lucidez para perceber a realidade que enfrentam. Integram-se no sofrimento e aumentam o dos outros com escolhas que nenhuma racionalidade aconselha. Multiplicam a dor e o mal-estar. Por via disso, contribuem para a improdutividade que os neo-liberais descobriram ser o mal deste país! (Enfim, cada um vê o que lhe dá jeito!)
Apesar dos enormes progressos que a Ciência nos tem trazido através dos medicamentos, das terapias, dos equipamentos hospitalares, etc., somos mais infelizes do que antes.
Ao que se deve tal facto? Afinal, vivemos mais tempo e melhor em termos físicos, mas estamos doentes, carregados de angústias (stress). Tal facto deve-se à maneira como encaramos a vida, como consumimos impelidos pela publicidade e o marketing e como os órgãos de comunicação tratam os factos. Ambos estão intimamente associados.
Os nossos hábitos de consumo levam a que as televisões, na busca incessante de audiências, façam destaque da morte, da desgraça, da violência, do sofrimento, do negativo. Recorrem à informação emocional e ao espectáculo para captar a atenção, esquecendo os impactos que tem no modo como encaramos a vida.
Neste contexto, os jornalistas são – tal como os publicitários – utilizadores exímios na comunicação de choque, eficaz no desenvolvimento de atitudes, de desejos e expectativas. Quantos de nós ansiámos com desejo e fervor o início da Guerra do Golfo? Quantas mensagens foram passadas no sentido de nos fazer desejar a guerra?
Quantos estão a ser influenciados pela comunicação social no caso da pedofilia? Quantos votaram enganados no novo governo? Quantos percebem a incompetência do governo em perceber a realidade, em gerir as Finanças, a Economia, a Saúde? Quantos percebem a falta de bom senso dos políticos da berra? Muito disto, resulta de informação manipulada pelas fontes noticiosas e passada pelos jornalistas.
Esta relação de comunicação negativa é perniciosa. A Democracia definha hoje à custa deste problema. Mais de três milhões de portugueses sofrem a angústia de não conseguirem viver em equilíbrio com o dia-a-dia! De não perceberem o que se passa e por não se situarem de forma positiva.
Além destes, muitos idosos vivem anos de solidão e abandono (desvalorização humana) e os jovens passam a sua fase de crescimento mais instável sem o apoio da família. Também sofrem. Neste panorama, a situação é crítica. Estaremos à beira da falência emocional do país!
Apesar desta realidade, muitos há que sabem rir. Alguns olham para o copo de água meio cheio. Outros, praticam a terapia diária de rir 15 minutos – segundo um estudo recente, este facto duplica a imunidade do corpo às doenças. Outros, ainda, falcatruam o sistema: metem baixas, bebem nas horas de trabalho, consomem heroína para trabalhar melhor ou dedicam-se à busca constante do prazer sexual e da aventura. São relativamente felizes no que de imediato os satisfaz.
Ainda há um grupo significativo de pessoas que consegue alienar-se deste contexto de informação negativa com estratégias de dependência do trabalho (doença muito recente nos jovens profissionais) ou de consumo indiscriminado. Parecem felizes.
São menos os que, olhando todos os dias para o meio copo de água - o facto real – lhe atribuem o valor que tem (referente a um entre 6 biliões de copos) e esperam que o sol, no dia seguinte, se levante como de costume. Conseguem manter uma saúde mental de bom nível e, através desta, usufruir do bem-estar que a Ciência e a Tecnologia nos permitem hoje, como nunca o conseguiram fazer em qualquer momento da História.
É esta lucidez que faz falta a um país à beira de um ataque de nervos. É a lucidez de saber que o sol nasce amanhã; que depende de nós o modo como interpretamos os factos; que apenas fazemos a transição entre os nossos antepassados e os que nos seguirão na Humanidade; somos humanos, erramos e morremos. Afinal tudo é tão simples e transitório.

Em saúde mental, rir é o melhor remédio, mas exige Sabedoria!

Artigo publicado na Medicina e Saúde nº 73 - Novembro de 2003

Problemas!?!

Uma noite, o marido chega a casa com uma expressão preocupada.– Querida, tenho um pequeno problema no trabalho ... – começa ele, mas a mulher interrompe-o: – Querido, não digas que tens um problema. Os teus problemas também são meus, por isso diz que nós temos um problema.– Muito bem – diz o marido, aliviado, então a nossa secretária vai ter um filho nosso.

Primeiro Post!!!

Para começar nada melhor do que uma anedota, sobre um dos melhores temas, cá de Portugal: - Os Alentejanos.

Nos anos 60 um Alentejano emigrou para os EUA e voltou 2 anos depois com um grande carrão e duas boazonas agarradas a ele.
Chegou à praça da aldeia e diz-lhe um antigo amigo:
- Eh Compadre! Abalou daqui há 10 anos sem nada e chega hoje cheio de dinheiro... Como é que conseguiu enriquecer tão depressa?
Diz o outro: - Foi a trabalhar nos filmes do cinema. Tão o compadre nunca viu aqueles filmes onde aparece um leão a espreitar por um buraco, a abrir a boca que parece que vai engolir a gente?
- Já vi sim senhori....
- Táo olhi! Eu sou o que está debaixo a puxar-lhe os colhões.

;;